icon_UPAM

UNIDADE PAUL ADAM MACKAY – UNIDADE SÓCIO OCUPACIONAL – ADULTOS

Um Fórum Sócio Ocupacional é uma resposta social que se rege pelo Despacho Conjunto 407/98 de 18 Junho e será integrado na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados de Saúde Mental, em conformidade com o Decreto-Lei 8/2010 de 28 de Janeiro, republicado pelo Decreto-Lei n.º 22/2011 de 10 de Fevereiro.

A Unidade Paul Adam McKay (UPAM) tem como finalidade responder aos pedidos de ajuda e situações de vida angustiantes, cada vez em maior número, de pessoas portadoras de doença mental severa e seus cuidadores.

Sobretudo, daqueles que integram o grupo clínico mais grave (ex: Esquizofrenias, Perturbações de Personalidade, Depressão – Major), em que o índice incapacitante e desadaptativo é elevado, provocando situações significativas de desvantagem social e profissional que não são apenas resolúveis pela intervenção clínica.

O estilo assistencial deste serviço de saúde mental de base comunitária terá como princípio orientador a organização de intervenções tendo em vista o Recovery (recuperação pessoal e clínica), assegurando a participação dos utilizadores no planeamento dos cuidados que facilitem a sua autonomia, integração social e familiar.

A UPAM tem, conforme é recomendado para este tipo de equipamento, capacidade para 28 utilizadores (em permanência) em que o índice incapacitante e desadaptativo, de origem mental, é elevado, provocando situações significativas de desvantagem social, familiar e profissional, transitória ou permanente, que não são apenas resolúveis pela intervenção clínica.

A UPAM tem como referência ideológica o cumprimento dos objetivos definidos na “Declaração sobre Saúde Mental para a Europa”, subscrita em Helsínquia por todos os Ministros de Saúde dos Estados Membros da União Europeia em 2005, incluindo Portugal:

Objetivos gerais:

  1. A promoção do bem-estar mental;
  2. A luta contra o estigma, a discriminação e a Exclusão Social;
  3. A prevenção dos problemas de Saúde Mental;
  4. A prestação de cuidados no quadro de serviços e de intervenções integradas na comunidade e eficazes, prevendo a participação dos utentes e dos cuidadores;
  5. A reabilitação (psicossocial e profissional) e a integração social das pessoas que sofrem de problemas mentais graves. Objetivos específicos:
  6. Desenvolvimento de Programas de Atividades Sócio Ocupacionais, Culturais, Valorização Pessoal, Recreativas e de Lazer;
  7. Desenvolvimento de Programas de Reabilitação Psicossocial; Reinserção Sociofamiliar; Reabilitação Profissional e/ou Educacional; e Advocacy.
  8. Desenvolvimento de Programas de Prevenção, Promoção e de Defesa de Direitos na área da Saúde Mental.
  9. Incluir as famílias e/ou cuidadores nos tratamentos, através de programas psico-educacionais de eficácia amplamente comprovada, que façam face a situações de stress/crise e que permitam readquirir a segurança e estabilidade familiar nuclear.
  10. Assegurar às pessoas com doenças mentais graves programas de tratamento individualizados que correspondam às suas necessidades específicas. Os Programas deverão ser indutores de autonomia e de recovery, assim como, promotores do desenvolvimento de competências  (empowerment), relacionamento interpessoal e de valorização pessoal.
  11. Case management na comunidade/modelo de Terapeuta de Referência  (desde que as intervenções psicossociais sejam combinadas com o tratamento farmacológico).
  12. Fornecer um serviço integrado que promova o papel ativo e complementar do profissional/utilizador/familiar na reabilitação.
  13. Maior adesão ao processo terapêutico e sua manutenção, assim como, prevenção e diminuição do número de recaídas, diminuição das expressões expressas negativas e da vulnerabilidade ao stress. 

 

EQUIPA MULTIDISCIPLINAR

Esta unidade dispõe de uma equipa multidisciplinar, para assegurar níveis adequados de qualidade dos serviços prestados.

Estes têm como ponto fulcral de intervenção a pessoa, cujo processo de vida envolve diversas dimensões complementares (psicológica, social, cultural, educativa e ética). A metodologia é holista, sistémica e integral, centrada na pessoa com experiência de doença mental e nos seus familiares/cuidadores informais.

A equipa assistencial é de natureza multidisciplinar, constituída por:

– Psicóloga;

– Educadora Social;

– Terapeuta Ocupacional;

– Motorista.

 

SERVIÇOS DE APOIO

– Apoio nas áreas de reabilitação, treino de autonomia e desenvolvimento de competências sociocognitivas, de acordo com o programa funcional;

– Apoio e reabilitação psicossocial nas atividades de vida diária;

– Apoio sócio ocupacional, incluindo atividades psicoeducativas, lúdicas e desportivas;

– Atividades de psicoeducação e treino aos familiares e outros cuidadores;

– Contribuir para o desenvolvimento educativo/formativo enquanto pessoal individual e em contexto social;

– Articulação com entidades externas, incluindo apoio e encaminhamento para serviços de formação profissional;

– Atividades pedagógicas, socioculturais e desportivas em articulação com as escolas, autarquias, associações culturais, desportivas e recreativas ou outras estruturas da comunidade;

– Supervisão na gestão da medicação;

– Alimentação;

– Cuidados de higiene e conforto.

CONTACTE-NOS

MORADA

Rua Doutor Sebastião Matos, nª 58/68,

4750-046 Vila Frescainha São Martinho, Barcelos

CONTACTO

+351 253 813 051

+351 932 973 693

HORÁRIO

2ª a 6ª Feira das 09:00h às 18:00h, exceto feriados

COORDENAÇÃO GERAL

Rita Rodrigues

e-mail: recoveryipss@hotmail.com

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

e fique a par de todas a novidades e noticias da Associação Recovery IPSS

Facebook

Instagram

LikedIn